domingo, 1 de junho de 2014

Supernatural: Do you believe in Miracles?

Supernatural-9x23

Não, não acredito em milagres, e muito menos ainda com a salvação de Supernatural em seu declínio, morrendo cada vez mais como os personagens Sam e Dean a cada temporada, sendo preciso mais que um simples milagre pra tira-lo da ruína.

Cá pra nós, sendo sinceros conosco. Supernatural em si já não faz sucesso há muito tempo. O que faz sucesso e mantém a série viva são os “lindos e fofos” (que diga o público feminino) Jensen Ackles e Jared Padaleck, esses sim mantém a série em pé mantendo a audiencia. Mas tudo cansa um dia.

Hoje que fui ver o último episódio de Supernatural, sem grandes expectativas. Tive paciência o suficiente para esperar uma semana após sua exibição oficial. Chega a me entristecer com isso. Sério. Sou um super fã. Lembro de ter ficado ansioso pela segunda temporada; de deixar o computador ligado durante dois longos dias, baixando o primeiro episódio, através da minha ex-maldita internet discada, tendo, a cada hora, um surto de angustia e umas pitadas de ansiedade. Ouvir Bob dizendo: “Storm is coming, and you boys and your Daddy you are smack in the middle”, com Stranglehold seguindo a intro foi de arrepiar.

Infelizmente, toda essa emoção que a série proporcionava ficou para trás. A série passou a ser um entretenimento opcional na falta de algo mais importante pra fazer. Deixou de ser aquele Supernatural. E a cada fim, estamos mais próximos do verdadeiro fim.

Novamente acompanhamos os quase idênticos desenrolar dos fatos. Dean morreu outra vez. Sam chorou outra vez. Fizeram alusão quase fiel ao final “All Hell Breaks Loose”, com Sam morrendo nos braços de Dean.

Sem muito ânimo a ter o que falar sobre o episódio, a única parte boa deste final foi ouvir novamente Can’t Find My Way Home. Me fez lembrar de Route 666, dando um gostinho de saudade da primeira temporada, com Sam e Dean apenas seguindo seu caminho, com mais uma missão cumprida, a caminho de mais aventura, caçando coisas e salvando pessoas, nada mais. Me fez lembrar em como a série tinha uma simplicidade que funcionava perfeitamente.

Faz falta curtir Dean ouvindo Led Zeppelin, Mettalica, Ac/Dc entre outros grandes clássicos do Rock. Acredito que essa era uma das característica que não deveria ter sido descartado da série. Foi essa a marca que Kripke deixou tatuada.

A trama mudou. Anjos e Demônios tomaram a vez. Personagens já descartados retornaram para serem descartados. Morfação de lingüiça fora feito. E… por que Supernatural ficou tão colorido? Se querem criar uma versão da Barbie, façam com que o Jared mantenha o cabelo ainda mais longo e depois pintem de loiro. Que tal? Pelo menos conquistariam o público infantil, podendo ser transmitido pelas manhãs no SBT.

Mas os fatos são irrisórios. Há muita coisa que deveria ser mudada nas próximas temporadas. Isso é, caso haja mais.

442702_21395866
Minha décima temporada seria muito mais cinza, ao mesmo tempo obscura, chuvosa, com uma Soundtrack e efeitos sonoros que fizesse-nos lembrar dos filmes de terror dos anos 80/90, como Amityville; menos fala desnecessária e mais suspense e mistério objetivo. Traga-nos de volta monstros com faces horripilantes, nos dê bruxas horrendas, fantasmas violentos, com efeitos de arrepiar Stephen King. Nada de metamorfos bonitinhos, que mal trocam de pele, simplesmente se transformam com efeito de fade out/fade in; muito menos vampiros playboys, com cara de Justin Bieber e com dentes mais brancos que os da Xuxa. Revivam lendas de arrepiar, com florestas amaldiçoadas, casas abandonadas e todo processo diabólico da coisa. Elaborem diálogos com sacadas humorística mas no limite mínimo; nada de forçar a barra e fazer episódios “engraçados” que chegam a ser absurdamente tolos.

A Era Becky Rosen poderia ser dizimada a base de sal grosso sem piedade nenhuma.

Não faça o humor se utilizar de Supernatural.

Agora com a possibilidade de Dean se tornar um demônio, criem a temporada mais sombria que uma série de terror poderia proporcionar. Supernatural é uma série de terror/drama, se lembram?

HQ-Supernatural2
Qualquer nerd fã ao redor do munto criaria um roteiro deste tipo e a altura. Diabos! Eu criaria um roteiro megalofoda, muito mais superior a esse atual ao qual nos lançam como lixo que devemos digerir sem ter ânsia de vomito.

E sem humildade nenhuma, diria que o meu roteiro traria muito mais audiência.

Pra finalizar, Surpenatural não tem que acabar nessa próxima temporada. Se assim o for, se pretenderem terminar com chave de ouro, creio que só o fará se for dessa forma: Trazendo a essência de volta com novos adicionais da época atual. Eles têm verba pra isso.

Pelo contrário, a primeira e segunda temporada será conhecida como Supernatural. A partir daí será apenas Sam, Dean e companhia.


t_1160
Ocorreu um erro neste gadget